A grande tribulação já começou, como pode ser protegido por Deus?

A grande tribulação já começou, como pode ser protegido por Deus?

Recentemente, a pandemia estourou novamente em muitos países. A situação é particularmente grave na Índia: Registrou a maior contagem de um dia de novos casos de Covid-19 em diferentes lugares do mundo, e o número de mortos está crescendo rapidamente. A pandemia está completamente fora de controle. Os epidemiologistas na Índia alertaram que a mutação tripla (B.1.618) foi detectada em muitos estados da Índia, e que é mais infecciosa do que outras deformações. Muitas pessoas vivem em pânico, medo e estão perdidas por completo, preocupadas com a possibilidade de eles e seus familiares serem infectados, e ainda mais com medo de morrer, ou perder seus entes queridos. Além disso, vários países ao redor do mundo estão testemunhando o aumento da fome, terremotos, inundações e guerras. Enfrentando desastres cada vez maiores, as pessoas só podem clamar continuamente ao Senhor, por Seu cuidado e proteção. No entanto, já pensamos no seguinte? Qual é exatamente a intenção de Deus quando ocorrem desastres? Como podemos sobreviver aos desastres? Vamos conversar sobre este assunto hoje.

A vontade de Deus por trás da ocorrência de desastres

Dois mil anos atrás, os discípulos do Senhor Jesus Lhe perguntaram: “Que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?” (Mateus 24:3). O Senhor Jesus respondeu: “E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores” (Mateus 24:6-8). Hoje em dia, os desastres são uma ocorrência frequente em todo o mundo. Terremotos, pandemias, fomes, guerras e inundações ocorrem um após o outro, e especialmente, a Covid-19 se espalhou pelo mundo. Esses sinais nos mostram claramente, que as profecias bíblicas sobre a volta do Senhor foram cumpridas e que o Senhor já voltou. Portanto, nossa prioridade urgente agora é buscar a aparição e a obra de Deus. No entanto, as pessoas hoje estão se tornando cada vez mais más e corruptas. Muitas pessoas não reconhecem a existência de Deus, e até mesmo muitos crentes em Deus buscam as coisas mundanas, ou vivem suas vidas entregando-se à gula, busca de prazer e desejos carnais e sensuais. Muito poucas pessoas tomam a iniciativa de buscar a Deus, e Sua aparição e obra. Mesmo que muitas pessoas tenham ouvido a notícia da volta do Senhor, eles não buscam ou investigam ativamente, mas fecham os olhos para a salvação de Deus nos últimos dias. Portanto, ao permitir que esses desastres ocorram, Deus está nos enviando avisos para despertar nossos corações apáticos para que possamos ver claramente que as profecias da vinda do Senhor, já foram cumpridas e que o Senhor voltou. Devemos buscar a aparição de Deus sem demora, pois, somente assim teremos a chance de obter a proteção de Deus nos desastres.

O único caminho para se proteger de desastres

Então, como podemos dar as boas-vindas ao Senhor, e ter a chance de obter o cuidado e a proteção de Deus? Vamos primeiro dar uma olhada no que as palavras de Deus dizem.

Deus diz: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2:7). “Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!” (Mateus 25:6). “As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz, e Eu as conheço, e elas Me seguem” (João 10:27).

Uma vez que estamos buscando as pegadas de Deus, cabe a nós buscar a vontade de Deus, as palavras de Deus, Suas declarações — pois onde quer que haja novas palavras ditas por Deus, a voz de Deus está ali, e onde quer que haja passos de Deus, os feitos de Deus estão ali. Onde quer que haja a expressão de Deus, ali Deus aparece, e onde quer que Deus apareça, ali existem o caminho, a verdade e a vida. Na busca pelas pegadas de Deus, vocês ignoraram as palavras de que ‘Deus é o caminho, a verdade e a vida’. Assim, mesmo quando recebem a verdade, muitas pessoas não acreditam que tenham encontrado as pegadas de Deus e muito menos reconhecem a aparição de Deus. Que grave erro! A aparição de Deus não pode ser acomodada às concepções do homem, e muito menos Deus irá aparecer por ordem do homem. Deus faz Suas escolhas próprias e tem Seus planos próprios quando realiza Sua obra; além disso, Ele tem Seus objetivos próprios e Seus métodos próprios. Qualquer que seja a obra que realiza, Ele não tem necessidade de discuti-la com o homem nem de buscar o seu conselho, muito menos de informar a toda e qualquer pessoa sobre Sua obra. Esse é o caráter de Deus, que deve, aliás, ser reconhecido por todos. Se vocês desejam testemunhar a aparição de Deus, se desejam seguir as pegadas de Deus, então devem antes se afastar de suas próprias noções. Você não deveria exigir que Deus faça isso ou aquilo e menos ainda deveria encerrá-Lo em seus limites próprios e restringi-Lo a suas próprias noções. Em vez disso, vocês deveriam se perguntar como devem buscar as pegadas de Deus, como devem aceitar a aparição de Deus e como devem se submeter à nova obra de Deus; isso é o que o homem deveria fazer. Como o homem não é a verdade e não possui a verdade, ele deve buscar, aceitar e obedecer”. A partir dessas palavras de Deus, podemos saber claramente que o Senhor falará palavras quando voltar. Se quisermos receber o Senhor, e seguir os passos de Deus, devemos prestar atenção em buscar as declarações de Deus e ouvir Sua voz. Quando reconhecemos a voz de Deus, significa que estamos vendo a aparição de Deus, e saudando a volta do Senhor. Então, quando outros pregam para nós o evangelho da volta do Senhor, não devemos rejeitá-lo cegamente ou fechar os olhos a ele, mas sim, devemos tomar a iniciativa de buscá-lo e examiná-lo. Só assim podemos dar as boas-vindas ao Senhor, e ter a chance de obter o cuidado e a proteção de Deus.

Hoje em dia, grandes desastres estão atingindo a humanidade. Não temos muitos dias para nos arrependermos. Se você permanecer indiferente ao retorno do Senhor, e não buscar ativamente e investigar a obra de Deus, no tempo do fim, para dar as boas-vindas ao Senhor, você sabe qual será a atitude de Deus, para com pessoas assim? Aqui está o que Deus diz sobre isso: “Quando a humanidade estava cheia de corrupção e seriamente desobediente a Deus, Ele teve de destruir essa humanidade, por causa de Seu caráter e Sua essência, e de acordo com Seus princípios. Mas, por causa da essência de Deus, mesmo assim Ele teve pena da humanidade e até quis usar várias maneiras de redimir a humanidade para que ela pudesse continuar a viver. Em vez disso, o homem se opôs a Deus, continuou a desobedecer a Ele e se recusou a aceitar Sua salvação, isto é, recusou-se a aceitar Suas boas intenções. Não importava como Deus o chamasse, o lembrasse, o suprisse, o ajudasse ou o tolerasse, o homem não compreendia nem apreciava, nem prestava atenção. Em Sua dor, Deus ainda não Se esquecia de dar ao homem Sua máxima tolerância, esperando que o homem voltasse. Depois de chegar ao Seu limite, Ele fez o que tinha de fazer sem hesitação alguma. Em outras palavras, houve um período específico de tempo e um processo desde o momento em que Deus planejou destruir a humanidade até o início oficial de Sua obra, ao destruir a humanidade. Esse processo existiu com o propósito de capacitar o homem a voltar, e foi a última chance que Deus deu ao homem. Então, o que Deus fez nesse período antes de destruir a humanidade? Deus executou uma quantidade significativa da obra de lembrar e exortar”.

Na vasta extensão do mundo, ocorreram incontáveis mudanças, oceanos acumularam terra formando campos, campos ficaram alagados e formaram oceanos, repetidamente. Ninguém é capaz de liderar e guiar esta raça humana, a não ser Aquele que governa todas as coisas no universo. Não há ninguém poderoso para trabalhar e fazer os preparativos para esta humanidade, muito menos alguém que seja capaz de liderar esta espécie humana para seu destino de luz e libertá-la das injustiças terrenas. Deus lamenta o futuro da humanidade, Ele sofre por sua queda, padece que a humanidade marche, passo a passo, para a decadência e à senda sem retorno. Uma humanidade que partiu o coração de Deus e renunciou a Ele para buscar o Maligno: alguém já pensou no rumo que uma humanidade como esta poderia seguir? É precisamente por essa razão que ninguém sente a ira de Deus, que ninguém busca uma forma de agradar a Deus nem tenta se aproximar de Deus, e, além disso, que ninguém busca compreender a tristeza e a dor de Deus. Mesmo após ouvir a voz de Deus, o homem continua em sua própria senda, persiste em se desviar de Deus, evitando a graça e o cuidado de Deus, rejeitando a verdade de Deus e preferindo se vender para Satanás, o inimigo de Deus. E quem foi que pensou — caso o homem persista em sua teimosia — em como Deus agirá em relação a esse homem que O dispensou sem sequer um olhar para trás? Ninguém sabe que a razão para os repetidos avisos e exortações de Deus são porque Ele preparou em Suas mãos uma calamidade como nunca houve, que será insuportável para a carne e a alma do homem. Essa calamidade não é meramente uma punição da carne, mas também da alma”.

A partir dessas palavras de Deus, podemos entender: Deus tem a essência da santidade e odeia o mal e a corrupção da humanidade, então Ele não tem outra escolha a não ser permitir que desastres aconteçam na humanidade. No entanto, uma vez que Deus fez o homem, Ele também não pode suportar vê-lo sendo destruído dessa forma, e portanto, antes que Deus chova os grandes desastres, Ele dá a todos a oportunidade de aceitar Sua salvação. É o mesmo que quando Deus deixou Noé pregar o evangelho, quando ao longo de mais de um século, Deus deu ao homem a oportunidade de vir a Ele, para receber Sua salvação. O mesmo é verdade para a segunda vinda do Senhor. Primeiro, Ele expressa a verdade para salvar o homem, para que os homens sejam completamente livres da escravidão do pecado e possam sobreviver sendo protegidos por Deus para serem introduzidos no reino de Deus. Depois de terminar a obra de Deus nos últimos dias, a catástrofe virá completamente e Deus começará a recompensar os bons e punir os maus para acabar com toda a era. Agora, os grandes desastres, como não se vêem há milênios, estão diante de nossos olhos. É exatamente como o Senhor Jesus profetizou: “Porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá” (Mateus 24:21). O tempo que Deus concedeu ao homem está se esgotando, e a porta da graça logo se fechará. Tudo o que podemos fazer é aproveitar esta oportunidade crucial para buscar e investigar a aparição e a obra de Deus nos últimos dias,e dar as boas-vindas ao retorno do Senhor. Este é o único caminho para obter a proteção de Deus em meio aos desastres.

Amigos, vocês querem receber o Senhor o mais rápido possível?